Receita Federal envia comunicado para Juntas Comerciais

14/06/2018

A Junta Comercial do Paraná (Jucepar) recebeu um comunicado do Chefe da Divisão de Gestão do Cadastro de Pessoas Jurídicas, Raphael Eugênio de Souza, a respeito das instabilidades do sistema interno da Receita Federal e Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO). Devido ao problema, os relatores da Junta estão com dificuldades para validar os processos do Empresa Fácil. Por este motivo, os clientes da Jucepar demoram mais para ter acesso aos atos autenticados.

Segue na íntegra o comunicado da Receita Federal:

 

Caros Presidentes de Juntas Comercias, Integradores Estaduais da Redesim

 

Com os nossos cordiais cumprimentos, acusamos o recebimento, por e-mail, do Ofício nº 0145/2018/FENAJU, que solicita providências sobre a instabilidade dos Sistemas Redesim.  Em primeiro lugar, compreendemos a gravidade das dificuldades enfrentadas pelas Juntas Comerciais, nossos parceiros de longa data.

Por essa razão, a Receita Federal / Integrador Nacional da Redesim, conforme comunicado enviado à vossa Federação Nacional em 04 de junho, vem tratando com máxima prioridade todas as causas identificadas dos problemas que ora enfrentamos.

No comunicado anterior, passamos a informação que o ambiente, em princípio, havia sido normalizado. Contudo, mesmo mantendo a sala de crise ativa para monitorar a eficácia das ações, o ambiente apresentou nova instabilidade.

Dentre as medidas encaminhadas, informamos que está disponível, no ambiente QWARE, novas cargas do MEI, nas mesmas pastas utilizadas na execução anterior, realizada em Novembro/2017. Soubemos, inclusive, que alguns Integradores Estaduais já iniciaram o download dos dados. Esta medida afasta a necessidade de tratamento de passivo ou saneamento de bases relativas ao MEI que chegou a sobrecarregar o ambiente em várias ocasiões.

Além das causas citadas no comunicado anterior, gostaríamos de acrescentar que nossos fluxos de serviços vêm aumentando na medida em que a Redesim avança. O caso mais recente foi a substituição do antigo WS MEI pelo fluxo atual, para que nossos parceiros desta grande Rede pudessem receber tempestivamente informações imprescindíveis.

Em razão do crescente fluxo de serviços, já solicitamos que o Serpro avalie com urgência o redimensionamento do ambiente, mas este trabalho ainda não está concluído. Debateremos, também,  outras medidas no âmbito do GT Sistemas.

Gostaríamos, por fim, de reforçar  a nossa elevada estima e consideração para com todas as Juntas Comerciais, especialmente por terem assumido, desde o princípio da Redesim, o papel de impulsionador da integração e da simplificação. Estamos certos de que iremos superar estes momentos difíceis e de que os evitaremos nos próximos avanços.

Continuaremos acompanhando de forma ininterrupta atá que o ambiente esteja completamente normalizado. Qualquer evolução será comunicada tempestivamente.        

Cordialmente,

Raphael Eugênio de Souza

Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil

Chefe da Divisão de Gestão do Cadastro de Pessoas Jurídicas

Fonte: Assessoria de Imprensa da Jucepar

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Encontrou algum erro