Presidente da Jucepar reúne-se com representantes da segurança pública do Estado

28/02/2014

O presidente da Junta Comercial do Paraná (Jucepar), Ardisson Naim Akel, reuniu-se no último dia 20/02 com representantes de órgãos ligados à Secretaria de Segurança Pública do Paraná. Durante o encontro estiveram presentes o chefe de gabinete da Secretaria de Segurança Pública do Estado, Walter Gonçalves, que na ocasião atuava como secretário interino, o diretor do Instituto de Identificação do Paraná (IP), Newton Tadeu Rocha, acompanhado dos especialistas em identificação do IP, Mônica Mazolla Vieira e Mauro Fernandes de Moraes, além da coordenadora técnica da Celepar, Débora Ruedell.

No decorrer da reunião foram tratadas alternativas para o estreitamento de relação entre as instituições, como a simplificação e disponibilidade do banco de dados da Jucepar aos órgãos de segurança pública. O grupo também discutiu propostas para melhorar as informações disponibilizadas entre as instituições, como os boletins de ocorrência (BO), relacionados a furtos, roubos ou extravios de documentos pessoais ou empresariais que possam ser usados para a prática de estelionato ou outros crimes.

De acordo com Akel, o compartilhamento do banco de dados entre as instituições vai beneficiar todas as entidades, que terão mais facilidade e segurança na apuração de irregularidades relacionadas à atividade econômica. “Este é o primeiro encontro que tem como objetivo melhorar o trabalho de combate a crimes como fraudes e adulterações de documentos de empresas. A Jucepar não é responsável pela investigação de quaisquer irregularidades, mas tem o papel de alertar aos órgãos responsáveis pela averiguação em defesa da segurança do ambiente de negócios”, comenta.

A disponibilidade das informações biométricas do Instituto de Identificação do Paraná para o uso da Junta Comercial do Paraná possibilitará maior agilidade e segurança aos serviços da Jucepar, beneficiando diretamente os usuários, como os empresários, contabilistas e advogados.


Fonte: Assessoria de Comunicação/Jucepar

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

Encontrou algum erro