Paraná é o terceiro mais rápido do Brasil no tempo de abertura de empresas
05/05/2022 - 17:16

Confira o áudio desta notícia

O Paraná segue sendo um dos principais destaques no País no quesito agilidade para se abrir uma empresa, o que mostra a evolução dos processos burocráticos implementados a partir do programa Descomplica. Em abril deste ano, ficou com o terceiro melhor tempo entre os estados: 18 horas e 38 minutos. A média do País foi de 1 dia e 22 horas, 28 horas a mais.

Em velocidade, o Paraná ficou atrás apenas do Sergipe, com 351 processos analisados, e do Espírito Santo, com 990 processos. Vale destacar que, considerando o volume de solicitações, o Paraná teve o terceiro maior movimento do País, com 4.466 registros, ficando atrás somente de São Paulo, com 18.170 registros, e Minas Gerais, com 5.288 registros.

O tempo total de abertura de empresas e demais pessoas jurídicas leva em consideração o tempo na etapa de viabilidade, na validação cadastral que os órgãos efetuam e na efetivação do registro, com a obtenção do CNPJ. Na viabilidade, o Paraná é o segundo mais rápido.

Considerando a evolução só neste ano de 2022, o Paraná vem com o pé no acelerador: em janeiro, eram 32h 47m 47s; 26h 02m 42s em fevereiro; 21h 50m 20s em março; e agora, em abril, são 18h 38m 17s para se abrir uma empresa. Os dados são da Redesim, do governo federal.

Com menor taxa de desocupação desde 2015, Paraná se aproxima do pleno emprego

BALANÇO – O Paraná também ganhou 92.695 novas empresas neste primeiro quadrimestre. Os dados são da Junta Comercial do Paraná . O Estado tem atualmente 1,5 milhão de empresas ativas, entre matriz e filial.

São, mês a mês, 23.339 em janeiro, 23.730 em fevereiro, 24.397 em março e 21.229 em abril, com dois grandes feriados no mês. O saldo (diferença entre aberturas e baixas) ficou em 54.680. Essa dado aponta que a velocidade de abertura de novos negócios supera em muito os fechamentos.

Paraná gera 56 mil empregos com carteira assinada no primeiro trimestre de 2022

Do total de empresas abertas nos primeiros quatro meses de 2022, a maioria corresponde a MEIs, com 75,92%. Outros 20,61% são LTDA e 2,98% têm como natureza jurídica empresário individual. Os outros segmentos são sendo Eireli (0,13%), Cooperativa (0,10%), S/A fechada (0,18%), S/A aberta (0,04%), Consórcio (0,03%) e outros tipos (0,01%).

Últimas Notícias